Vantagens de se construir em aço

Estruturas Metálicas

 

 

 

Rapidez: ganho em cronograma de execução de obras – esse é o grande trunfo da construção em aço. Enquanto as equipes de terraplenagem e fundações trabalham no campo intercaladamente, as estruturas metálicas são fabricadas simultaneamente, ficando apenas a etapa de montagem na obra, que é rápida e ágil com o auxilio de equipamentos de içamento e ligações parafusadas.

Racionalidade: com um sistema de produção industrial, cada etapa de fabricação e montagem prioriza a otimização dos recursos materiais. Com melhor aproveitamento e baixo índice de perdas, as estruturas metálicas permitem uma melhor racionalização de todo o sistema estrutural.

Qualidade: o controle de qualidade se inicia na produção da matéria prima - que conta com rigoroso processo de qualidade por parte das usinas siderúrgicas. De posse de materiais certificados e qualificados, são produzidas as estruturas metálicas, dentro dos padrões e tolerâncias de medidas especificadas pela ABNT, com processos de controle de qualidade em cada etapa de produção: corte, solda, limpeza superficial e pintura.

Sustentabilidade: o aço é o material mais reciclável do mundo, 100% dos resíduos são reciclados e as usinas produtoras da matéria prima utilizam material de reciclagem. Todas as estruturas metálicas poderão ser 100% recicladas quando atingirem o fim de sua vida útil ou da sua aplicação.

Responsabilidade Ambiental

Estruturas Metálicas

O aço tem grande durabilidade e é extremamente adaptável. Sob a óptica ambiental, quanto mais utilizado nas construções maior será a reciclabilidade dos resíduos das obras. O aço contido nas edificações retorna para ser reciclado infinitamente, sem perder suas qualidades. Este aproveitamento contribui para reduzir as emissões de CO2 do processo siderúrgico, os impactos sobre a mudança do clima e o consumo de recursos naturais não renováveis.

Incorporando-se o conceito da sustentabilidade ambiental e manutenção da qualidade de vida no planeta, é responsabilidade de todos racionalizar o consumo de energia e de água, reciclar materiais e empregar técnicas e tecnologias “limpas” no nosso dia a dia. Revista Arquitetura e Aço Edição Especial Jan-2010.